português

DETENHAM O PROJETO DE CONSTRUCAO DO HUMBOLDTFORUMNO PALÀCIO DE BERLIM!

A cidade de Berlim e a República Federal Alemã pretendem que o “projeto cultural e político mais importante da Alemanha do princípio do século XXI” esteja completo até 2018/19. Trata-se do projeto “Palácio de Berlin – HumboldtForum”. Este “projeto do século” estará localizado no centro da cidade e custará 590 milhões de Euros. A cidade de Berlim pretende contribuir com 32 milhões de euros para o projeto.

O presidente da “StiftungPreußischerKulturbesitz” (Fundação do Património Cultural Prussiano), HermannParzinger, apresentou pela primeira vez o conceito em 2011. O título do projeto é “HumboldtForum: reunir tanto mundo quanto possível”. Ascoleções “não-europeias” de Berlim serão transferidas da sua atual localização mais remota em Berlim–Dahlem para o centro da cidade. Além disso, utilizar-se-ão também os edifícios da biblioteca central nacional e da Universidade Humboldt. O plano é estabelecer a “Ágora” – um “Fórum de Ciência, Cultura e Política” – como o “centro nevrálgico do HumboldtForum”.

Segundo o conceito de Parzinger,as expectativas relacionadas com este projeto são imensas. A intenção não é apenas criar um lugar especial para as “artes e culturas da Ásia, África, Américas, Austrália e Oceânia”, mas também fazer com que o HumboldtForum seja um centro único para a“investigação das culturas não-europeias.” Será um “centro cultural de envergadura nacional e internacional” que fará com que a cidade de Berlim se situe entre as principais cidades de cultura, sedes dos museus mais famosos do mundo.

Exigimos que asobras de construção do HumboldtForum no Palácio de Berlim sejam interrompidas e que se realize um amplo debate público: o conceito atual viola a dignidade e os direitos de propriedade das comunidades de todas as partes do mundo , é eurocêntrico, restaurador e retrógrado. A criação do HumboldtForum é uma contradição evidente com o objetivo promover a igualdade numa sociedade de migrações.

Exposição de motivos:

Os museus da cidade de Berlim não são os “donos legítimos das suas coleções”

A maior partedestas mais de 500 mil peças valiosas procedentes de todo o mundo acabaram em Berlim através de conquistas coloniais. Com frequência, os europeus recorreram inclusive à violência físicacom o fim de ganhar a posse de objetos fundamentais pertencentes às sociedades colonizadas –tais como tronos, cetros e objetos de culto. Até aos dias de hoje, a cidade de Berlim não só sevangloriapela posse desses objetos, como tambémcontinua a receber benefícios materiais e outras vantagens intangíveis por esse acervo. Exigimos a divulgação da história da adquisição de todas as peças destas coleções, assim como o cumprimento das resoluções inequívocas da ONU sobre a “repatriação de artefactos culturais aos países que foram vítimas de expropriação.” Só um diálogo aberto com os/as descendentes dos(as) autores(as) originais e os(as) proprietários(as) legítimos(as) dessas obras de arte e botins coloniais permitirá esclarecer o lugar onde eles deverão ser guardados. Isto é particularmente importante em relação aos restos humanos roubados que estão atualmente em posseda Fundação do Património Cultural Prussiano.

A redenção do passado colonial de Berlim

Está previsto que as coleções de todo o mundo sejamexpostas de novono palácio dos Hohenzollern, onde os primeiros tesouros estrangeiros de Berlim foramapresentados. Tal como sucedia nessa época,esta operação consiste, nem mais nem menos, numa representação de poder e supremacia global. Para os(as)actuaisdescendentes dos povos colonizados, quer sejam de nacionalidade alemã ou não, é particularmente ofensivo que isso ocorra na residência ressuscitada dos monarcas de Brandenburg-Prússia. Os Hohenzollern foram os principais responsáveis ​​pela escravização de milhares de pessoas de África, bem como de genocídios e campos de concentração nas ex-colónias da Alemanha. Por isso, rejeitamos rotundamente qualquer exposição no Palácio de Berlimde objetos trazidos para o país durante a época colonial.

As culturas do mundo são discriminadas, sendo marcadas como “estranhas” e “outras”

Como já sucedia naquela época, em que as “curiosidades exóticas” eram exibidas nos “gabinetes de maravilhas” pertencentes aos Príncipes de Brandenburg e aos Reis da Prússia, o Palácio de Berlim – HumboldtForumtem aparentemente o objetivo de consolidar uma identidade prussiana-alemã-europeia. Este propósito é diametralmente oposto ao objetivo promover uma cultura de igualdade numa sociedade de migrações e está a ser perseguido em detrimento de outros. Essa construção do “outro”, do “estrangeiro”, sustentar-se-á na exposição de objetos de todo o mundo, muitos deles com vários séculos de antiguidade, enquanto que a enorme coleção de arte europeia será exposta separadamente noutras instituições da Ilha dos Museus de Berlim. Desta forma,a cultura europeia reafirmar-se-á como superior. Rejeitamos totalmente esta forma condescendente de apresentação. Exigimos que a Fundação do Património Cultural Prussianorealize um sério esforço para garantir que especialistas do Sul Global participam nas decisões relacionadas com a apresentação das peças das suas próprias culturas, de forma a promover a igualdade de oportunidades, com plena consciência das dinâmicas de poder implícitas nas estratégias museográficas, e tendo em mente o objetivo de sublinhar as semelhanças e não as diferenças entre os povos.

A “investigação sobre culturas não-europeias” não é questionada

Durante séculos, a exploração do mundo e das suas populações por “investigadores” europeus foi um projeto colonial que chegou até aos dias de hoje sob a forma de estratégias de controlo e exploração do hemisfério Sul. AlexandervonHumboldt, uma das pessoas que dá nome ao novo fórum, participou intensamente nesse projeto. De facto, os resultados das suas viagens pela América do Sul e pela América Centralforam especialmente relevantes para a Coroa espanhola e para o seu regime colonial baseado num sistema de genocídio e escravidão, razão pela qual esta instituição apoiou consideravelmente a esse investigador. Portanto, este prussiano que “realmente descobriu a América”, e que chegou mesmo a roubar cadáveres enterrados para os enviar para a Europa, representa fielmente o espírito da dominação colonial. Por tudo isto, parece-nos totalmente desadequado dar o seu nome a um centro intercultural.

Os tesouros culturais do mundo continuam reservados aos países privilegiados do Norte Global

No documento que descreveo conceito do fórum, o presidente da Fundação,HermannParzinger, convida as “pessoas da Ásia e os descendentes das sociedades indígenas africanas e indianas” a visitarem Berlim.Num momento em que tantas pessoas perdem a vida todos os dias no Mediterrâneo porque lhes é negada a entrada na Europa de outro modo, esse convite só pode ser descrito como cínico. Em 2006, AminataTraoré , ex-ministro da Cultura e do Turismo do Mali, descreveu esta situação de uma forma muito sucinta: “As nossas obras de arte têm direitos de cidadania em lugares onde nós, em geral, não temos sequer direito de permanência”.Apelamosà Fundação do Património Cultural Prussiano que dê acessoa todos os homens e mulheres de todo o mundo às coleções não-europeias da cidade de Berlim. Para tal, e paralelamente à restituição definitiva das obras de arte roubadas , deverá implementar-se um sistema de empréstimos e organização de exposições internacionais sem custos para as organizações locais, nos lugares onde foram criados os objetos de arte saqueados e que se encontram atualmente em Berlim.

Berlim, 3 de junho de 2013

88 Gedanken zu „português

  1. Pingback: levitra vs viagra vs priligy

  2. Pingback: hydroxychloroquine successful trials

  3. Pingback: azithromycin tablets 250

  4. Pingback: hydroxychloroquine coronavirus dosage

  5. Pingback: update on hydroxychloroquine

  6. Pingback: canine hydroxychloroquine toxicity

  7. Pingback: tadalafil and alcohol

  8. Pingback: bactrim and alcohol

  9. Pingback: was hydroxychloroquine ever otc

  10. Pingback: viagra generic soft tab

  11. Pingback: ivermectil cost per pill

  12. Pingback: www.vidalista.com

  13. Pingback: priligy results before and after

  14. Pingback: azithromycin and dairy products

  15. Pingback: stromectol 6m

  16. Pingback: when do you ovulate on clomid

  17. Pingback: stromectol 12 mg capsule price

  18. Pingback: non prescription ivermectin

  19. Pingback: stromectol medication

  20. Pingback: can i buy deltasone online uk

  21. Pingback: antibiotic dose for strep throat

  22. Pingback: ivermectin 6 price

  23. Pingback: ivermectin 1% amazon

  24. Pingback: canada customs and cialis

  25. Pingback: function of stromectol

  26. Pingback: ivermectin at tractor supply

  27. Pingback: oral ivermectin lice

  28. Pingback: cheap stromectol over the counter

  29. Pingback: treatment for ivermectin toxicity

  30. Pingback: what is ivermectin used to treat

  31. Pingback: ivermectin pharmacy

  32. Pingback: max dose ivermectin oral

  33. Pingback: viagra com

  34. Pingback: sildenafil citrate 100mg tablets

  35. Pingback: generic ivermectin for cattle

  36. Pingback: new laws for prescription drugs

  37. Pingback: cialis without a prescription

  38. Pingback: hydroxychloroquine for sale amazon

  39. Pingback: buy viagra over the counter australia

  40. Pingback: otc stromectol for sale

  41. Pingback: viagra otc united states

  42. Pingback: Anonymous

  43. Pingback: Anonymous

  44. Pingback: ivermectin in india

  45. Pingback: prednisone 20mg drug

  46. Pingback: ivermectin 3mg dosage

  47. Pingback: stromectol how much it cost

  48. Pingback: cialis online

  49. Pingback: buy cialis canada paypal

  50. Pingback: cheap generic sildenafil pills

  51. Pingback: sildenafil citrate

  52. Pingback: buy generic cialis online

  53. Pingback: get cialis

  54. Pingback: buy generic cialis online from india

  55. Pingback: prednisone 20mg uses

  56. Pingback: what are the side effects for prednisone 20mg

  57. Pingback: merck covid 19 pill

  58. Pingback: how to order cialis

  59. Pingback: tadalafil powder bulk

  60. Pingback: side effects of prednisone in humans

  61. Pingback: cialis pills

  62. Pingback: casino games win real money

  63. Pingback: cialis coupon

  64. Pingback: viagra generic name

  65. Pingback: generic cialis tadalafil

  66. Pingback: stromectol tablets

  67. Pingback: ivermectin tablet 1mg

  68. Pingback: stromectol 3 mg tablet price

  69. Pingback: furosemide drug prices

  70. Pingback: buy lasix tablets

  71. Pingback: ivermectin tabletten für menschen kaufen

  72. Pingback: ivermectin tablets

  73. Pingback: covid ivermectin

  74. Pingback: stromectol walmart

  75. Pingback: lucky land slots

  76. Pingback: ivermectin can

  77. Pingback: stromectol 3 mg

  78. Pingback: stromectol for lice

  79. Pingback: how much is ivermectin

  80. Pingback: where to buy ivermectin pills

  81. Pingback: ivermectin buy nz

  82. Pingback: ivermectin tablet online

  83. Pingback: cialis genérico

  84. Pingback: ivermectin cream 1

  85. Pingback: stromectol brand

  86. Pingback: ivermectin 0.08%

  87. Pingback: ivermectin 1 cream 45gm

  88. Pingback: cost of ivermectin

Kommentare sind geschlossen.